Image Map

13/08/2010

Cenas de Christiane Torloni na novela Ti ti ti: 11/08 Até 13/08

REBECA E GINO SE APROXIMAM. OS DOIS DANÇAM JUNTOS


CENAS DE HOJE 13/08 SEXTA-FEIRA


CENA 42 : Gino chega no jantar e Rebeca [Christiane Torloni] o apresenta a todos
O empregado fica grato pela consideração da presidente.




CENA 43 :- Rebeca [Christiane Torloni] determinada a descobrir o porquê da fuga de fornecedores

Stela fica impressionada com a garra da amiga e atesta que ela realmente virou uma empresária.




CENA 44 : Rebeca [Christiane Torloni] dança com Gino
Rebeca fica inconformada com o jeito que Breno trata a filha. Gino acaba dançando com a presidente da empresa, enquanto Luisa e Edgar trocam farpas.




CENA 45 : Rebeca [Christiane Torloni] e Gino trocam olhares

Penha gosta de Gino e Rebeca se revolta quando ela diz que rolou um clima entre os dois.




CENA DO DIA 11/08 QUARTA-FEIRA

CENA 40 : Tititi 40 - Rebeca [Christiane Torloni] agradece a Gino pelo trabalho árduo

A empresária fica feliz com o empregado, enquanto Breno fica nervoso com a escalada de Rebeca nos negócios.


CENA DO DIA 12/08 QUINTA -FEIRA

CENA 41 : Uniformes da fábrica de Rebeca [Christiane Torloni] ficam prontos dentro do prazo

Rebeca fica feliz ao saber que tudo deu certo e convida Gino para jantar na casa dela novamente. Jorgito maltrata a mãe.


12/08/2010

Christiane Torloni - Atriz fala sobre seu polêmico papel em “A Loba de Ray-Ban”


Vinte e dois anos depois de interpretar Julia Ferraz, mulher do personagem de Raul Cortez em “O Lobo de Ray-Ban”, Christiane Torloni dá vida a novo triângulo amoroso ao lado de Leonardo Franco e Maria Maya na peça "A Loba de Ray-Ban". Tendo o teatro como pano de fundo, a montagem mostra o envolvimento de Julia com uma jovem atriz enquanto vive um casamento com o personagem de Franco. O ciúme e a competição entre o casal afloram à medida que o relacionamento entre as duas vai se firmando. A versão feminina foi escrita por Renato Borghi ao mesmo tempo em que ele criava o texto original, e é dirigida por José Possi Neto, que também esteve à frente de “O Lobo de Ray-Ban”. Em cartaz, no Rio de Janeiro, Christiane conta que, após o término da temporada carioca, vai levar o espetáculo a Goiânia, Belo Horizonte, Palmas e Vitória com preços acessíveis. Nesta entrevista exclusiva, Christiane revela a importância desta peça em sua carreira, aborda o preconceito homossexual e conta como foi a escolha de Maria Maya para fazer parte do elenco.

Como é retomar a peça mais de 20 anos depois de estrear “O Lobo de Ray-Ban”?
É nobre. Esse texto foi escrito em 1987 e fiquei neste espetáculo de 87 a 89. Há três anos o Leonardo Franco descobriu esta versão. A essência é a mesma, mas a maneira como as mulheres expressam seus sentimentos é diferente, é uma maneira hemorrágica.

Qual a importância de “O Lobo” na sua carreira?
Quando fiz “Lobo”, já tinha trabalhado em bons papéis no teatro e tinha feito protagonistas na TV, mas essa peça é um divisor de águas na minha carreira teatral. Fiquei dois anos em cartaz ao lado do Raul Cortez, que era genial. A peça me colocou em outro patamar na carreira. Esse trabalho ainda não havia sido concluído, a Julia ainda tinha muito a dizer. Não faço o personagem do Raul, faço a mesma mulher, só que mais madura. Fico muito emocionada com as alegrias que “Lobo” me proporciona até hoje.

Quando você estreou em São Paulo, disse que ouvia o Raul Cortez ao decorar o texto. Isso acontece em cena?
A presença do Raul é tão forte que a gente colocou um retrato dele em cena. Ele é um emblema nesse espetáculo e na vida desta mulher. Existe um fio condutor nessa peça, a direção do Possi, que dirigiu as duas montagens. O Borghi, autor dos dois textos, também dá essa unidade ao espetáculo, já que faz parte disso tudo desde o início.

Como foi a escolha da Maria Maya para viver esse triângulo?
A escolha foi feita por meio de teste. Dois anos e meio atrás ela fez uma leitura e foi a atriz que mais entendeu a personagem. Ela é filha do teatro, tem uma intimidade com o palco que vem desde a infância, por intermédio dos pais. Ela viu todos os meus espetáculos e sempre quis trabalhar comigo, até que fez minha filha em “Caminho das Índias” e agora está em “Loba”. Acredito que , se a gente deseja alguma coisa com muita fé, acontece. Ela é de uma geração na qual os jovens já produzem as próprias peças. Maria realmente tem o teatro em seu coração.

Como você define a sua personagem?

Uma mulher solitária, da noite, livre como uma loba. É apaixonada, você consegue enxergar nela muito amor e muita dor. É muito bonito ver o público entrar na história e respirar junto com você. Às vezes percebo a plateia sem ar, assim como eu em cena.

Você acha que o público se identifica com o espetáculo por abordar sentimentos comuns a todos, como amor, ciúme e traição?

Acredito que sim. Toda a tecnologia existente não é capaz de fazer o homem completamente feliz. Nós somos de carne e osso, precisamos de relações de verdade, com contato cara a cara. Esses sentimentos vão fazer parte da vida dos seres humanos para sempre, não somos imunes a isso. Vejo na plateia pessoas de todas as idades e pretendemos chegar cada vez mais perto do público com preços mais baixos. No Rio, já estamos com esse projeto e vamos adotá-lo no resto da turnê.

Houve algum preconceito por conta do envolvimento amoroso entre duas mulheres no palco?

Na nossa cultura, a figura da mulher é quase intocável,porque ela remete à imagem de mãe, provedora. Existe uma grande hipocrisia com o lesbianismo. Relações entre duas mulheres e um homem são absolvidas pela sociedade, mas o relacionamento apenas entre elas não é visto com bons olhos. O “Lobo” incomodava muito, principalmente ao sexo masculino, que não gostava de ver homens juntos. Por outro lado, o triângulo com duas mulheres é excitante para muita gente e o relacionamento bissexual entre elas é aceito na sociedade por incluir a figura masculina. As sexualidades são muito discutidas neste espetáculo. A minha personagem não tem problema nenhum com isso, ela acha muito natural, quem não pensa dessa maneira são os outros. Pessoas livres costumam incomodar.

Como é ser dirigida pelo José Possi Neto?
É um prazer e um desafio. Já montamos sete espetáculos juntos. Temos uma parceria enorme e ficamos muito felizes em poder trabalhar ao lado do outro.

De chapéu, Christiane Torloni passeia com o marido em shopping

Christiane Torloni passeou de mãos dadas com o marido, Ignácio Coqueiro, em um shopping do Rio de Janeiro, na noite de quarta-feira (11). A atriz aproveitou um momento de folga nas gravações de "Ti-ti-ti" para olhar joias nas vitrines e ir ao cinema. Segundo o fotógrafo que estava no local, o casal optou por ver "A Origem", protagonizado por Leonardo DiCaprio.

Fonte: Ego e Quem

10/08/2010

Cenas de Christiane Torloni na novela Ti ti ti : 04/08 Até 10/08

CENAS DO DIA 04/08 QUARTA-FEIRA

CENA 34 : Rebeca [Christiane Torloni] está desapontada com Jorgito

Ela fica triste ao lembrar o que o filho fez com Gino; Thaísa aparece de surpresa e pede para passar a noite na casa de Rebeca.

CENA 35 : Gino entrega carta de demissão para Rebeca [Christiane Torloni] , mas ela não aceita

Ela não aceita a demissão do operário e pede ajuda de Gino como funcionário de confiança; Breno fica nervoso com a iniciativa da presidente.Rebeca começa a investigar história da empresa


CENA DO DIA 05/08 QUINTA-FEIRA

CENA 36 : Rebeca [Christiane Torloni] na festa da Moda Brasil

Jorgito chega na festa e leva bronca da mãe . Rebeca fecha negócio com Giancarllo . Depois de reclamar da situação da fábrica com Stela e Giancarllo, a amiga sugere que o ex-marido encomende uniformes com Rebeca .Jaqueline dá soco na cara de Jorgito!



CENA DO DIA 06/08 SEXTA-FEIRA

CENA 37 : Giancarllo elogia o trabalho de Rebeca [Christiane Torloni] na empresa

Rebeca pergunta a Giancarllo porque empresa esta ruim. Giancarllo aconselha Rebeca a encontrar um namorado.



CENA DO DIA 09/08 SEGUNDA-FEIRA

CENA 38 : Rebeca [Christiane Torloni] pede para Gino fazer encomenda de uniformes

Rebeca pede para Gino fazer a encomenda de uniformes das indústrias de Giancarllo
Breno chega e diz que analisar os ex-clientes é uma perda de tempo.



CENA DO DIA 10/08 TERÇA-FEIRA

CENA 39 : Rebeca [Christiane Torloni] quer chamar Gino para jantar na casa dela

Jorgito se irrita com a mãe e diz que não aceita a presença do empregado em casa.


09/08/2010

Estrelas acompanha aula de tango de Christiane Torloni !

Atriz fala sobre a paixão pela dança para Angélica.

Além de excelente atriz, Christiane Torloni também é uma exímia dançarina, sabia? Desde sempre apaixonada por dança, ela se interessou ainda mais pela arte depois de participar da Dança dos Famosos, do Domingão do Faustão. Sabendo disso, o Estrelas pediu para acompanhar uma aula de tango da atriz com seu professor, Álvaro Reis.

Assista uma prévia da matéria gravada pelo programa Estrelas !





"Na televisão, não podemos ficar na saudade", diz Christiane Torloni



Apesar de estar atuando em um "remake", Christiane Torloni preferiu não assistir as cenas da primeira versão de "Ti-Ti-Ti". A intérprete da decidida Rebeca acredita que o clima nostálgico pode não ajudar o trabalho. "Na televisão, não podemos ficar na saudade. O grande barato de estar nessa novela é o resgate dos folhetins de Cassiano Gabus Mendes", ressalta a atriz, referindo-se ao autor da obra original. Apesar disso, Christiane demonstra melancolia ao falar de seus antigos trabalhos. "Gostaria de rever 'Kananga do Japão'. Esta novela ficou perdida com os arquivos da Manchete. Eu adorava fazer esse trabalho", lembra a atriz, sobre o folhetim de Wilson Aguiar Filho exibido no final dos anos 80.

Fonte : UOL

Ti-ti-ti: Rebeca (Christiane Torloni) tira Gino (Marco Ricca) para dançar

Gerente da fábrica percebe que sente algo diferente por ela nesta sexta, 13


Para comemorar o bom resultado da fábrica, Rebeca (Christiane Torloni) oferece um jantar em sua casa. Ela convida os amigos, seus filhos, Breno (Tato Gabus Mendes) e Gino (Marco Ricca). Estas cenas de Ti-ti-ti, devem ir ao ar nesta sexta-feira, dia 13 de agosto, às 19h15.

Gino chega absolutamente sem graça à cobertura de Rebeca, mas tenta ficar à vontade entre os convidados. Giancarlo (Mauro Mendonça) coloca uma música e Breno tira Rebeca para dançar. Mas a dança é interrompida quando Thaísa (Fernanda Souza) briga com Jorgito (Rafael Cardoso) e vai embora chorando. Breno não tem outra alternativa a não ser ir atrás da filha.

Sem par para dança, Rebeca tira Gino para dançar, que fica muito encabulado. Ela agradece o esforço que ele fez para que a fábrica pudesse honrar uma encomenda de um cliente importante e recolocá-la no azul. Gino percebe que está sentindo alguma coisa diferente por Rebeca.



Fonte: Rede Globo

08/08/2010

Christiane Torloni janta com Glória Perez e Marcelo Coltro

A atriz de "Ti-ti-ti" e a autora de novelas esteviveram na companhia de amigos, no sábado
(7)



Christiane Torloni jantou em um restaurante do Rio de Janeiro. A atriz de "Ti-ti-ti" se divertiu durante o programa descontraído e se encontrou com a autora de novelas Glória Perez e o vice-presidente do canal MGM para América Latina, Marcelo Coltro.

A dupla se reuniu com um grupo de amigos, no sábado (7). Na novela das oito "Caminho das Índias", a atriz e a autora trabalharam juntas.





Fonte : Quem