18 de julho de 2014

Christiane Torloni caminha na orla da Barra da Tijuca

Christiane Torloni aproveitou esta sexta-feira, 18, para realizar uma caminhada pela orla da praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.





Fonte: JovemPan/UOL

13 de julho de 2014

Nesta segunda-feira, de volta no canal Viva, as emoções de 'A Viagem'!!

A partir desta segunda-feira, 14, o canal Viva passa a exibir, às 14h30, com reprises à 1h45 da madrugada, o grande sucesso de Ivani Ribeiro, "A Viagem". Uma novela clássica da teledramaturgia, "A Viagem" ” aborda a vida após a morte, inspirada na doutrina de Allan Kardec, fundador de uma das correntes mais conhecidas do espiritismo, o kardecismo. No elenco, "A Viagem" contou com Christiane Torloni, Antonio Fagundes, Yara Cortes, Maurício Mattar, Andréa Beltrão, Miguel Falabella, Lucinha Lins, Laura Cardoso, Jonas Bloch, Thaís de Campos, Ary Fontoura, Guilherme Fontes, entre outros. 

Christiane Torloni interpretou, sem dúvidas, um dos melhores papéis de sua carreira, a bela, elegante, amorosa e dona de personalidade muito forte, Diná. Extremamente ciumenta no seu casamento com Téo (Maurício Mattar), Diná é muito ligada à sua família, mãe, irmãos, filha, fazendo todo o possível para defender e protegê-los, inclusive no caso de seu irmão criminoso, Alexandre (Guilherme Fontes). E é desta forma que ela conhece o advogado Otávio Jordão (Antônio Fagundes), com quem após muitas brigas e discussões, vive uma linda história de amor, capaz de transformá-la e de atravessar a vida e a morte.









5 de julho de 2014

Christiane Torloni e Simone passeiam em shopping no Rio

Christiane Torloni e Simone aproveitaram a noite deste sábado, 5, para fazer um programa entre amigas e colocar o papo em dia. A atriz e a cantora estiveram em shopping em São Conrado, na Zona Sul do Rio.





Fonte: Ego e UOL

4 de julho de 2014

Christiane Torloni bate papo ao celular durante caminhada



Christiane Torloni não desgrudou do celular enquanto caminhava pela orla da praia da Barra da Tijuca, na zona oeste do Rio de Janeiro, na tarde desta sexta-feira (4).
Longe das novelas desde o fim de Fina Estampa (2011), em que interpretou a vilã Tereza Cristina, a atriz está confirmada no elenco de Alto Astral, próxima novela das 7, que tem estreia prevista para novembro.



Fonte: QUEM

2 de julho de 2014

Christiane Torloni caminha na orla carioca


Christiane Torloni saiu para caminhar na orla da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro, na tarde desta quarta-feira (2). Com um chapéu na cabeça para se proteger do sol e uma bolsa a tiracolo, a atriz foi clicada por um paparazzo durante o exercício, mas não se mostrou incomodada com a presença do fotógrafo.

Com data marcada para voltar às telinhas, a atriz está confirmada no elenco de Alto Astral, próxima novela das 19h da Globo, que promete muitas risadas ao público. O folhetim é de Daniel Ortiz com Silvio de Abreu. E a direção ficará a cargo do irreverente Jorge Fernando, conhecido pela descontração e o tom de diversão que dá às suas produções. A estreia da trama está prevista para novembro.

Fonte: O Fuxico

26 de junho de 2014

Christiane Torloni em noite com amigos

Miguel Falabella postou em seu Instagram, na noite desta quarta-feira, a foto abaixo, acompanhada da legenda: "Christiane Torloni, Bethy Lagardere, eu, Simone, Nélida Piñon e Roberto Halbouti. Noite de belas palavras.".




Simone também postou mais algumas fotos:




23 de junho de 2014

Na companhia das amigas, Christiane Torloni torce para a seleção brasileira

A atriz Fabiana Karla postou nesta tarde em seu Instagram, uma foto, acompanhada de Christiane Torloni, Simone e Bethy Lagardère, onde as 4 aparecem felizes, na torcida pelo Brasil, que jogou contra a seleção de Camarões, na Copa do Mundo.

A torcida mais@pé quente e mais alegre!����✨��Brasil!�� #brasilxcamaroes #friends #alegria #worldcup2014


Fonte: Instagram Fabiana Karla - @barbiefat

16 de junho de 2014

Christiane Torloni fala sobre nova novela, o documentário que está produzindo e sua relação com a internet e os fãs

Presente na última edição do Fica – Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental, que aconteceu entre maio e junho, na Cidade de Goiás, a atriz Christiane Torloni conversou com a reportagem sobre sua relação com a natureza, seus próximos trabalhos e outros assuntos. Além de participar da próxima novela global das 19h – que substituirá Geração Brasil – e já contou com títulos como "Buu" e "Alto Astral", ela codirige com o cineasta Miguel Przewodowski o documentário Amazônia – Da Cidadania à Florestania – Um Despertar. O longa-metragem está relacionado com o meio ambiente, causa que a artista defende há muito tempo. E usando sua imagem pública para causas nobres, ela foi responsável – junto com os atores Victor Fasano e Juca de Oliveira – pelo manifesto Amazônia Para Sempre, que acumulou assinaturas de todo o País em defesa da preservação da natureza.

Como é o seu novo filme?
 É um longa-metragem de documentário chamado Amazônia – Da Cidadania à Florestania – Um Despertar. Ele conta a história de uma rede de personagens, como o Milton Nascimento e Tom Jobim, que têm, construída na sua trajetória, uma malha de sustentabilidade. Quando eu falo da cidadania do título, falo das Diretas Já. As pessoas que estavam envolvidas, por alguma razão mágica, foram se encaminhando para a floresta, resgatando  valores ligados à natureza. Quando eu fui gravar a minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, tive a oportunidade de conhecer um dos pensadores desse conceito florestania. Essa relação da cidadania a florestania é porque estamos vivendo um tempo no Brasil que, por várias razões, nunca se quis tanto queimar o que resta da floresta e extrair os minerais. Nunca a bancada ruralista se expôs de uma maneira tão clara como no ano passado, na época da discussão e da mudança do Código Florestal. A justiça é tão complicada, não é? Conseguiu uma brecha constitucional para mudar o código, o que para nós vai ser muito ruim.

Fale do seu papel neste novo documentário.
Produtora e codiretora do documentário com Miguel Przewodowski. Nos anos 80, fizemos um documentário sobre o Arthur Bispo do Rosário. Ficou muito bonito, na colônia Juliano Moreira. Neste novo eu sou como uma fibra ótica dentro do filme. Eu apareço em alguns momentos, mas a rede é a protagonista.

Você gosta de praia. Na prática, o que você faz para preservá-la?
Eu cato lixo na praia. Eu acho muito feio quem vai para a praia ou cachoeiras e deixa seu lixo. É tão legal você levar seu saquinho e colher seu lixo. Dá uma sensação boa que você está fazendo a sua parte, fazendo a coisa certa. Existem dois tipos de pessoas. As que acham que a vida é um direito e usam tudo o que elas podem. Elas sugam, estupram, saqueiam. Não só as pessoas, como as coisas e o planeta. Outro segmento de gente acha que a vida é um privilégio e aí elas têm tendência de cuidar. Elas andam com cuidado nos lugares naturais. Essa percepção você vai percebendo depois de algum tempo de vida. Você percebe que existe essa divisão de gênero de gente: a que usa ou que guarda, respeita e quer que aquilo continue. Eu gostaria que o termo sustentabilidade fosse ensinado nas escolas como uma matéria, como matemática ou geografia.

Você pode falar sobre a novela das 19h? O nome é Buu?
Buu é o nome provisório. As reuniões de elenco começam em breve e eu faço um personagem que se chama Maria Inês, que é mãe dos dois personagens masculinos principais, que são irmãos um pouco em cima de Caim e Abel. É um personagem bem bonito e bem humano.

E ela é uma vilã ou mocinha?
Não é uma vilã. É uma mãe que tem dois filhos adotados, então tem uma discussão bonita sobre isso: como é essa relação dos pais com seus filhos adotados que crescem e buscam saber sobre os pais. Existe uma certa insatisfação existencial porque eles buscam os pais biológicos. Então os pais que doaram suas vidas algumas vezes são rejeitados. É muito interessante, uma discussão bonita. É uma novela espiritualista porque ela fala de personagens desencarnados. Mas não é como A Viagem, que inclusive vai reprisar no Viva. A Viagem tinha um compromisso mais profundo com a questão espírita. Buu é mais uma comédia, mais leve.

Entre ser vilã ou mocinha o que você prefere?
(Risada estilo Tereza Cristina, de Fina Estampa). A minha preferência são bons papéis.

E o que te faz querer um bom papel? Algum desafio?
Um bom personagem atua como uma paixão na sua vida. Você não sabe exatamente porque ele te movimentou tanto, mas depois vai sabendo porque vai lendo o texto. Mas normalmente, a menos que seja uma obra fechada, alguma coisa te encantou ali e você acredita naquilo como uma paixão. Às vezes você dá com os burros n’água, e às vezes você é feliz por nove meses com essa paixão.

“Dia de rock, bebê” virou meme na internet. Qual sua relação com as redes sociais? 
Há alguns anos, uns seis ou oito anos, eu tinha por volta de 40 comunidades na internet. Aí elas foram se agregando e elas viraram uma chamada Torloni Star. Essa comunidade é comandada por uma rede de pessoas muito interessantes que me seguem há mais 30 anos. Elas suprem a minha necessidade de ter um Twitter, um Facebook. Se você quiser saber onde eu estou é só olhar lá com as meninas. É interessante porque a ideia de um fã clube sempre foi uma coisa que me desagradou um pouco. Eu sou uma pessoa muito religiosa, de muita fé. Então adorar para mim eu só adoro o que tem um valor místico. E eu sempre fui absolutamente contra qualquer coisa tipo de divinização, alguma coisa que beire o irracional. E essas meninas foram entendendo que, para me seguirem, precisariam ter uma função. E elas foram assumindo as causas sociais que eu entrei, como a Amazônia. Foram se tornando verdadeiras ativistas. Então isso que é o legal. Eu acho que as redes sociais são fundamentais em tempos de integração, mas são muito discutíveis quando elas passam uma fronteira muito tênue e delicada, que aquilo que é a vida da pessoa e quando a pessoa devia ficar como todo mundo, quieta em sua toca.

E a história do  “Hoje é dia de rock, bebê”?
Eu achei engraçado na época porque tinha um espanto. Eu pensei ‘que engraçado, porque eu sempre fui rockeira. Assim, não sou Rita Lee, não sou rockeira de profissão, adoraria ser, mas não sou. Eu transito no espírito da época da minha geração que é rock’n’roll, então adoro. Então fiquei espantada. Pensei que deve ter alguma persona construída para fora, que as pessoas que acham que eu sou uma pessoa muito careta porque elas se surpreenderam. Mas foi uma surpesa tão feliz para elas que virou uma coisa ótima, uma comemoração. E eu falei que bom, foi melhor ainda.

Fonte: Jornal de Brasília

7 de junho de 2014

Christiane Torloni participa de encontro com líder espiritual


A casa de Márcio Garcia, no alto do Joá, no Rio de Janeiro, foi o ponto de encontro de artistas como Giovanna Antonelli, Reynaldo Gianecchini, Christiane Torloni, Guilhermina Guinle, Ísis Valverde, Ana Maria Braga, Eriberto Leão, Vanessa Gerbeli, Paula Burlamaqui, Gabriela Alves, entre tantos, na noite dessa quinta-feira (05). O motivo? Um encontro com Prem Baba (Pai do Amor), o líder humanitário e mestre espiritual brasileiro que conquistou seguidores em todo planeta e trabalha firmemente com o propósito de 'acordar' o amor em toda a humanidade. Foram 60 pessoas que fizeram perguntas e ouviram sobre o desapego, amor e a importância da meditação, ao menos por um minuto ao dia, como forma de auto conhecimento.

A atriz Bárbara Borges, grávida de nove meses e meio e na iminência de parir a qualquer minuto, protagonizou uma das cenas mais emocionantes da noite, quando ela se ajoelhou e o líder espiritual colocou as mãos em sua barriga. Logo depois ela perguntou sobre maternidade. Já Christiane Torloni quis saber sobre a prática do desapego e Gabriela Alves, sobre a importância das artes em geral. "A pessoa pode ter sucesso e fama, mas pode ser infeliz. A arte é um dom divino e se é feito com amor, o sucesso é consequência", respondeu Baba.

Sobre Prem Baba
Prem Baba é o nome espiritual de Janderson Fernandes de Oliveira, nascido no bairro da Aclimação, em São Paulo. Ao longo dos anos, formou-se em psicologia e estudou a fundo a psique humana e técnicas orientais e xamânicas. Fundou um centro terapêutico, onde desenvolveu atividades mesclando técnicas de meditação transcendental, terapia junguiana, Reich, artes marciais, Osho, bioenergética e massagem. Por anos deu aula para milhares de pessoas, mas aos 32 anos, quando visitou Rishikesh, na Índia, encontrou seu guru, Sri Hans Raj Maharajji, e a partir daí seus ensinamentos foram parar nos quatro cantos do mundo - do Brasil à Índia, passando pelos Estados Unidos e Europa. No Brasil, fundou  Instituto Alegria, uma organização social sem fins lucrativos que tem como missão promover a educação integral. Além da mediação de conflitos, aplicada em comunidades desde 2010, o Instituto desenvolve o projeto Cultura de Paz e Prosperidade em escolas públicas do país.

Fonte: Bruno Astuto - Época e Quem

2 de junho de 2014

Feliz Aniversário, Torloni Star!!!


Hoje, 2 de junho, nosso grupo Torloni Star completa 8 anos!! 8 anos de alegrias, de amizades construídas, de encontros , de muitos sonhos realizados!!! 8 anos de expectativas a cada novo trabalho de Christiane Torloni, de acompanharmos juntos fotos, notícias, entrevistas, 8 anos de emoções!! 8 anos de admiração, 8 anos acompanhando nossa estrela na defesa de um planeta melhor!! 8 anos de reconhecimento, de satisfação por sermos fãs de alguém tão especial!! 8 anos de felicidades!!
Parabéns a todos que fazem do Torloni Star o que ele é!! Que venham muitos e muitos anos ainda melhores!!!!