Image Map

01/06/2014

Christiane Torloni participa de bate papo com público do FICA 2014

Com o Convento da Igreja do Rosário lotado, a atriz, e agora também cineasta, Christiane Torloni fez sua tocante participação no Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) na manhã deste domingo (01). O fórum foi o primeiro nestes dezesseis anos de festival a reunir efetivamente cinema e meio ambiente, e a atriz aproveitou a ocasião para apresentar ao público seu novo trabalho, o documentário de longa metragem Amazônia: da cidadania a florestania – um despertar.

Dona de uma presença marcante, Christiane falou ao público sobre os seus mais de vinte anos de lutas pela democracia e pela preservação do meio ambiente. Ela contou que teve um berço cultural e político muito forte, ainda dentro de casa, mas que começou a se envolver nestas questões de forma mais eficaz nas Diretas Já. Durante as gravações da minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, ela teve a oportunidade de voltar à região da Amazônia e viu despertar em si o mesmo ímpeto de antes, destinando sua luta, desta vez, às causas ambientais. Ela então se reuniu aos também atores Juca de Oliveira e Victor Fasano no projeto Amazônia para Sempre, que conseguiu mais de 1 milhão de assinaturas em prol da salvação da floresta.

Com a conclusão do projeto, a atriz contou que se sentiu cobrada a continuar agindo e, então, deu início à produção de um documentário, que reúne imagens de suas viagens à região amazônica, descobrindo povos indígenas, a fauna e a flora locais, e uma verdadeira rede de ação pela floresta. O projeto ainda está em fase de captação, mas, animada, Christiane prometeu voltar ao Fica no próximo ano, já para a exibição do longa.

Em um bate papo descontraído e bem humorado, a atriz ouviu os questionamentos do público e convocou a todos para lutar pelo Brasil. Ela disse que o seu trabalho como atriz e como cidadã é indivisível e que é preciso que todos também se vejam desse modo, como responsáveis pela cidadania e pela ação. “Nós temos que desfazer a imagem de que o brasileiro é preguiçoso, porque isso é uma mentira. O mais complicado hoje é tirar do brasileiro a desesperança”, afirmou, completando que a verdadeira luta tem que ser coletiva, pacífica, e fortalecida pela característica maior do nosso povo, que é a alegria.

A atriz e cineasta teve a oportunidade de conhecer um pouco do Fica, e também da Cidade de Goiás. Além de ter visitado o museu Casa de Cora e a Cachoeira das Andorinhas, ela brincou sobre a culinária regional, se mostrando ansiosa por saborear um tradicional arroz com pequi.












Fonte: FICA 2014 e Fabiana Oliveira (@GynFabiana)

Nenhum comentário: