Image Map

07/06/2014

Christiane Torloni participa de encontro com líder espiritual


A casa de Márcio Garcia, no alto do Joá, no Rio de Janeiro, foi o ponto de encontro de artistas como Giovanna Antonelli, Reynaldo Gianecchini, Christiane Torloni, Guilhermina Guinle, Ísis Valverde, Ana Maria Braga, Eriberto Leão, Vanessa Gerbeli, Paula Burlamaqui, Gabriela Alves, entre tantos, na noite dessa quinta-feira (05). O motivo? Um encontro com Prem Baba (Pai do Amor), o líder humanitário e mestre espiritual brasileiro que conquistou seguidores em todo planeta e trabalha firmemente com o propósito de 'acordar' o amor em toda a humanidade. Foram 60 pessoas que fizeram perguntas e ouviram sobre o desapego, amor e a importância da meditação, ao menos por um minuto ao dia, como forma de auto conhecimento.

A atriz Bárbara Borges, grávida de nove meses e meio e na iminência de parir a qualquer minuto, protagonizou uma das cenas mais emocionantes da noite, quando ela se ajoelhou e o líder espiritual colocou as mãos em sua barriga. Logo depois ela perguntou sobre maternidade. Já Christiane Torloni quis saber sobre a prática do desapego e Gabriela Alves, sobre a importância das artes em geral. "A pessoa pode ter sucesso e fama, mas pode ser infeliz. A arte é um dom divino e se é feito com amor, o sucesso é consequência", respondeu Baba.

Sobre Prem Baba
Prem Baba é o nome espiritual de Janderson Fernandes de Oliveira, nascido no bairro da Aclimação, em São Paulo. Ao longo dos anos, formou-se em psicologia e estudou a fundo a psique humana e técnicas orientais e xamânicas. Fundou um centro terapêutico, onde desenvolveu atividades mesclando técnicas de meditação transcendental, terapia junguiana, Reich, artes marciais, Osho, bioenergética e massagem. Por anos deu aula para milhares de pessoas, mas aos 32 anos, quando visitou Rishikesh, na Índia, encontrou seu guru, Sri Hans Raj Maharajji, e a partir daí seus ensinamentos foram parar nos quatro cantos do mundo - do Brasil à Índia, passando pelos Estados Unidos e Europa. No Brasil, fundou  Instituto Alegria, uma organização social sem fins lucrativos que tem como missão promover a educação integral. Além da mediação de conflitos, aplicada em comunidades desde 2010, o Instituto desenvolve o projeto Cultura de Paz e Prosperidade em escolas públicas do país.

Fonte: Bruno Astuto - Época e Quem

Nenhum comentário: