Image Map

07/12/2010

Para recordar : Christiane Torloni na novela Louco Amor -1983

Louco Amor foi uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 11 de abril a 21 de outubro de 1983.

Foi escrita por Gilberto Braga, com a colaboração de Leonor Bassères. Estiveram à frente da direção José Wilker, Fred Confalonieri, Wolf Maya e Ary Coslov, com supervisão de Paulo Ubiratan, tendo contado a produção com 167 capítulos.


 

Na novela, Christiane Torloni  era Lúcia , personagem que no início da trama tinha uma vida infeliz ao lado do marido Fernando (Carlos Eduardo Dolabella). Ótima esposa e mãe dedicada se sentia sufocada com a mesmice de seus dias, sempre circulando nas altas rodas da sociedade. Sua vida deu uma reviravolta quando ela conheceu José Augusto ( Antônio Fagundes) , um jornalista engajado, de personalidade marcante, que encarava a vida com invejável simplicidade. Os dois se apaixonaram e viveram uma linda história de amor.

 

O romance entre José Augusto (Antônio Fagundes) e Lúcia (Christiane Torloni) foi um dos destaques da trama. O rapaz era filho de Muriel e ela, irmã de Guilherme.


Em entrevista para o site Memória Globo, Antônio Fagundes lembra de suas cenas com Christiane Torloni :

"Olha, eu nem me lembrava disso. Louco amor... O Gilberto Braga costumava brincar comigo, dizer que eu era o James Stuart dele. Porque ele dizia que me dava um papel e sabia que eu faria, sempre. Ele não precisava se preocupar com aquele personagem, porque eu dava um jeito de fazer. E eu tenho impressão que, durante um período, ele deve ter achado que eu dava sorte para ele, então, eu tinha que estar em todas as novelas dele. E Louco amor foi uma história assim. Eu lembro que o Gilberto me ligou, dizendo que eu tinha que fazer. E eu estava envolvido em um projeto enorme de teatro em São Paulo. Eu falei: “Gilberto, não vai dar. Dessa vez, não vai dar.” “Não, mas você escolhe... O que você quer? Quer drama, quer comédia? Eu vou botar você em um cenário só, você grava um dia por semana”, ele falou. Então, ele me botou num cenário com a Christiane Torloni, em uma história completamente separada da novela. Era um núcleo que não tinha basicamente nada a ver com a novela. Eu me lembro de ter gravado com outros atores umas duas vezes, na novela inteira. O resto era eu e a Christiane dentro de um apartamento. Era, mais ou menos, como Se meu apartamento falasse... Era uma comédia, e era bem gostoso. O Louco amor foi isso, essa loucura do Gilberto.  "


Assista à chamada de estreia da novela






Nenhum comentário: