Image Map

21/06/2012

Christiane Torloni gravará documentário sobre a Amazônia


Conhecida por sua militância ambiental e política, a atriz Christiane Torloni durante solenidade realizada pelo Governo do Acre, na última quarta-feira, 20, recebeu o prêmio Chico Mendes de Florestania (Foto: Gleilson Miranda/Secom)


Conhecida por sua militância ambiental e política, a atriz Christiane Torloni durante solenidade realizada pelo Governo do Acre, na última quarta-feira, 20, em que recebeu o prêmio Chico Mendes de Florestania, anunciou que gravará um documentário sobre a Amazônia.


A atriz foi a escolhida na categoria Iniciativa Nacional, a receber o prêmio criado para homenagear pessoas que se destacam na defesa do meio ambiente. A ocasião não podia ser melhor, e o senador Jorge Viana e a primeira-dama do Acre, Marlúcia Cândida, foram os responsáveis em homenagear a atriz, na ausência do governador Tião Viana, que participava da solenidade de abertura da Rio+20, com a presidente da República, Dilma Rousseff.
 
A cerimônia ocorreu no auditório do Espaço Tom Jobim, no Jardim Botânico, durante as comemorações do Dia do Acre. O amor da atriz pela região amazônica começou durante as gravações da minissérie “Amazônia - de Galvez a Chico Mendes", exibida pela TV Globo, e que se tornou “um divisor de águas em sua vida”.
O senador Jorge Viana e a primeira-dama do Acre, Marlúcia Cândida, foram os responsáveis em homenagear a atriz (Foto: Gleilson Miranda/Secom)
 
Junto com o ator Victor Fasano e com o apoio de personalidades do mundo artístico, ela conseguiu arrecadar 1,2 milhão de assinaturas em um abaixo-assinado de adesão à  "Carta aberta aos brasileiros sobre a devastação da Amazônia", escrito pelo também ator Juca de Oliveira e deu voz ao movimento “Amazônia para sempre”. 

Emocionada, Christiane Torloni declarou: “O Acre me devolveu uma sensação de brasilidade, pois foi um Estado que lutou para ser brasileiro. Era o último lugar que eu precisava ir para me sentir brasileira depois de conhecer boa parte da Amazônia. Este prêmio eu dividido com mais de um milhão de pessoas que assinaram nosso manifesto, com o Victor [Fasano] e o Juca [de Oliveira], que escreveu o texto. Muito obrigada”.

“O Acre me devolveu uma sensação de brasilidade, pois foi um Estado que lutou para ser brasileiro. Era o último lugar que eu precisava ir para me sentir brasileira depois de conhecer boa parte da Amazônia", disse a atriz Christiane Torloni (Foto: Gleilson Miranda/Secom)

 A atriz anunciou que irá gravar o documentário que já tem nome, “Amazônia: da cidadania à florestania um despertar”, que contará a história da região por meio de depoimentos de pessoas do próprio lugar.

Um comentário:

Anônimo disse...

LIIINNDA , VOOLLTOU A SEER MORENAA , TE AMO !