Image Map

03/04/2009

A Sedução de Christiane Torloni volta ao cinema em Águia na cabeça , 1983

No novo filme de Paulo Santiago, Águia na cabeça, Christiane Torloni é a irresistível vedete que faz a cabeça de um banqueiro de bicho . Assim como sempre faz a nossa ...


Poster do filme



No Livro Bastidores, Christiane conta uma história interessante que aconteceu durante as filmagens de Águia na cabeça .


Filmamos num inferninho que tinha na Rua Padro Júnior, Copacabana, inferninho mesmo e minha personagem dançava em cima de um queijo. Lembro-me que era amiga do Samuel Wainer Júnior, o Samuca, nos encontramos e falei: “ Cara , tenho que fazer uma mulher que dança na noite. Como Vou fazer? Tenho que arranjar uma musa para mim”. Ele sugeriu que a única solução seria freqüentarmos a noite. E fomos. Numa das boates, encontrei quem procurava: Ali , Samuca, aquela moça bonita, a mais alta de todas.” Ele deu uma gargalhada: “Que moça que nada, é um travesti!”.Não acreditei: “ Você está maluco, cara,não sabe distinguir uma mulher de um travesti ? Olhe os ombros dela, perfeitos, repare os pés!”. Ficamos algum tempo discutindo se era mulher ou não. Eu precisava aprender alguma coisa com ela, porque tinha um número no filme em que cantava uma canção da Rita Lee e eu tinha liberdade para escolher um professor, sugestão do próprio diretor.



Depois do show, fui com o Samuca falar com a mulher, ele gozando muito da minha cara. Ela me recebeu arisca. Eu disse ; “ Vou fazer uma cena num filme, onde faço o papel de uma mulher que canta e dança na noite, você não gostaria de me ensaiar ?” . Ela me olhou de cima para baixo, de baixo para cima, sem entender direito onde eu queria chegar. “ Sou uma atriz da TV Globo, já participei de algumas novelas, lembra-se de Duas Vidas (1976), Sem lenço e Sem documento ( 1977), não ? Então deve se lembrar de Gina ( 1978), eu fazia a própria Gina, papel principal. Fiz também Chega Mais ( 1980), Baila Comigo ( 1981), que fez um baita sucesso, Elas por Elas ( 1982), ano passado participei legal de Louco amor e agora estou no ar fazendo essa comédia engraçadíssima, “ Transas e caretas “. Para ela eu estava falando grego". Samuca interveio: “ Meu benzinho, Christiane só está pedindo para você ensaiá-la, ensiná-la a se movimentar com sua leveza, que muito a impressionou, só isso” . A dançarina morava na Rua Siqueira Campos, em cima do Shopping, que sempre foi um lugar, digamos , animadíssimo, tanto quanto a antiga Galeria Alaska, no posto 6, Copacabana.


Nosso primeiro encontro foi engraçado, a moça era homem mesmo. Me recebeu com um shortinho deste tamanho, com uma blusinha por aqui dando um nó em cima dos seios, usando bobs no cabelo, aliás um cabelão, e puta da vida porque eu tinha chegado atrasada 15 minutos: “Estamos começando muito mal. Você me falou de uma porção de novelas que fez na Globo e não sabe agir como uma profissional. Acho que assim não vai dar e nosso relacionamento vai acabar mal” . Eu nem tinha entrado ainda no apartamento do homem e já levei aquela bronca. O travesti me deu toques maravilhosos. Não falei nada para o Paulo Thiago, sei lá, julguei que alguém pudesse ter preconceito. No dia da filmagem, entrou aquele mulherão de mais de metro e oitenta, chegou lindona mesmo. Daniele era seu nome artístico. Apresentei-a ao diretor : “ Essa aqui é a Daniele, que me deu aulas fantásticas, gente fina, noiva de um iluminador gaúcho e muito feliz”. O Paulo Thiago foi muito simpático.


Quis pagá-la, mas ela foi irredutível: "Amor, não quero um tostão seu. Se precisar de alguma coisa para o enxoval, peço a você”. Depois de algumas semanas , me procurou: "Christiane, o gaúcho e eu estamos montando nosso lar, se você puder e estiver ao seu alcance, bem que poderia me dar uma geladeirazinha.” . Fingi que fiquei brava: “ Geladeirazinha não, vou dar uma geladeira imensa, você merece o melhor !” Daniele retrucou: "Não adianta, meu bem. O apartamento é pequeno e não vai caber a geladeira não vai passar nem pela porta!” .


Aconteceu uma coisa engraçada: como a filmagem atrasou, eles abriram o bar enquanto ainda estávamos filmando e um cliente comentou, enquanto eu dançava, que , no final das contas, puta, veado e atriz era tudo a mesma coisa.


RELEMBRE CENAS DO FILME ÁGUIA NA CABEÇA


No filme , Christiane interpreta Rose e é a dançarina que é apaixonada por César ( Nuno Leal Maia)


>>>>ROSE DUBLA E DANÇA : " SUCESSO AQUI VOU EU, DE RITA LEE "<<<<


>>>> OS SONHOS DE ROSE <<<<




>>>> MORTE DE ROSE <<<<






Quer ver mais cenas de Christiane Torloni no filme ( Clique aqui)



* Matéria enviada por Zeca Krammer , A Sedução de Christiane Torloni volta ao Cinema, Status, 1983 ; fotos do filme ( website)

Nenhum comentário: