Image Map

28/03/2010

Christiane Torloni como Glória: Atriz reviveu dor na vida real


Christiane Torloni como Glória: a atriz reviveu a dor de ter perdido um de seus filhos gêmeos na vida real

Quando o telefone tocou na casa de Christiane Torloni, convidando para a leitura do roteiro do próximo filme de Daniel Filho, ela topou na hora. Sentada ao lado de Tony Ramos na mesa da produtora do diretor, ela seria a voz da personagem Glória. Não sabia nada além disso. Quando Nelson Xavier começou a leitura na voz mansa de Chico, a história foi se construindo. Tony Ramos era um diretor de televisão que conduzia a transmissão ao vivo de uma entrevista com Chico Xavier. Glória, chorosa, observava na plateia as respostas do médium mineiro. Com o avançar da leitura, a trama ficou clara. Os personagens de Tony e Christiane eram casados e tinham perdido o único filho. Ele negava os sentimentos, ela buscava consolo.



Quando percebeu isso, a atriz interrompeu a leitura e desabou num choro incontrolável. Afinal, Christiane perdeu um dos seus filhos gêmeos num terrível acidente, 18 anos atrás, quando ela tirava o carro da garagem. Padrinho do menino, Daniel Filho ficou mortificado. Pediu desculpas e disse que pensou em ajudá-la a superar aquela dor há tempos abafada. Quando sugeriu que escolhesse outro papel, Christiane negou. “Não, Daniel, quero fazer. Não posso recusar esse papel”, disse ao compadre. O que se vê na tela, portanto, é uma mulher machucada, que teve a coragem de emprestar sua própria dor para o personagem, cujo ápice do sofrimento se revela em gestos simples, como o alisar carinhoso da cama do filho ausente.


Assista as cenas de Christiane Torloni em Chico Xavier.



Um comentário:

Ana Beatriz disse...

Carambaaaa!!
Imagino como ele deve ter ficado mesmo.Deve te sido dificil pra ela...
To doida para ver esse filme