Image Map

27/07/2008

Novela Araponga : Christiane Torloni é Magali Santana - 1990


RELEMBRE CHRISTIANE TORLONI NA PELE DA JORNALISTA MAGALI SANTANA



No ano de 1990 , na novela Araponga, Christiane Torloni esteve na pele da jornalista Magali Santana. Logo no início da trama se vê envolvida no assassinato do senador Paranhos ( Paulo Gracindo), que falece ao conceder uma entrevista à jornalista. Os acontecimentos são investigados pelo atrapalhado detetive Araponga ( Tarcísio Meira), que no desenrolar da novela acaba se apaixonando por Magali.
A jornalista Magali Santana era casada com o professor Érico (Paulo José) quando se meteu numa tremenda confusão ao aceitar entrevistar o idoso Senador (Paulo Gracindo) num motel. Na hora, ele tentou agarrá-la e enfartou. Tarcísio Meira (Araponga) era um detetive que achava que Magali matou o Senador e que participava de algum tipo de conspiração. Então passou a investigá-la. Nesse meio tempo, ela se decepcionou com o marido, que a traiu com uma aluna, encantou um colega meio "retardado" Tuca Maia (Taumaturgo Ferreira) e outro cara vivivido por Flavio Gavão, marido de Tamara (Lúcia Veríssimo), que tinha uma rivalidade com ela. Repensando a vida em Angra, após a traição do marido, ela encontrou Araponga e lá começaram um romance. No meio de tudo isso, chorou muito, gritou muito, beijou muito, se meteu em perseguições, foi presa, saiu na mídia, e terminaria só, pois o Araponga é assassinado no final da trama. Mas como a novela era uma comédia, ele ressuscita e começa um verdadeira guerra de tinta entre o elenco na última cena. [1]
Na época Christiane Torloni fala sobre a personagem para alguns jornais, entre eles o jornal Globo e O Dia . Eis algumas de suas declarações:
“Ela é uma menina rica, filha de um general. O problema é que só se mete em fria. Estou compondo a personagem no tapa, por causa da falta de tempo. Infelizmente a gente vai descobrindo o papel à medida que vai fazendo. Eu estou me preocupando em não marcá-lo com alguma linha de interpretação já definida anteriormente. A correria nas gravações, porém, é compensada pelo ambiente "familiar". "Nós todos nos conhecemos muito bem. A Lúcia Veríssimo é madrinha dos meus filhos. O Cecil Thiré (o Diretor) me viu nascer e já é a terceira vez que trabalho com o Tarcísio". (O Globo, 1990)



Segundo Christiane, contracenar em Araponga com um galã cujo prestígio se confunde com a própria história da televisão não causaria qualquer constrangimento. “Fui criada entre pessoas do teatro e conheço todos os seus sacrifícios. Desde cedo aprendi a desmistificar astros e o próprio sucesso. Aliás, isto é fundamental para um bom trabalho. Admiração é cabível, mas em cena é impossível pensar em mitos. Não há como confundir o respeito por um grande ator, como eu tinha pelo Paulo José antes desta oportunidade de trabalhar com ele, com a neurose dos ídolos. Inclusive, já havia contracenado antes com Tarcísio em dois filmes, Beijo no Asfalto e Eu.” ( O Dia, 1991)

Sem dúvida, Magali Santana foi mais um papel marcante na trajetória profissional da nossa estrela e está sendo lembrado hoje pelo Blog . Preparamos um vídeo com algumas cenas de Christiane nessa novela e futuramente postaremos mais alguns vídeos na nossa página do YOUTUBE !

VÍDEO : CHRISTIANE TORLONI COMO MAGALI 


[1] contribuição Rodrigo ( comunidade Christiane Torloni).

7 comentários:

Ana Beatriz disse...

Queria muito ver essa novela!!!!

Bjusssssss

Jéssica disse...

Chris tá linda, com um cabelão!
Muito bom poder ver!

Beijos!

Keke disse...

Eu me lembro dela nessa novela, assistia com a minha mãe. Acho que tinha uns 8 anos na epoca. Era muito engraçada...queria muito ver outra vez!

Valeu por posat Ellen!:D

Ana Beatriz disse...

To adorando os vídeos!
Valeu Ellencita ;)

Beijosssss

Natalia Reis disse...

Infelizmente, não vi essa novela, mas parece ter sido bem legal, pelo enredo. Com certeza, mais um grande trabalho da chris.

Unknown disse...

Quem era a personagem mulher lindíssima que tinha sempre um cachorro ao colo??

Unknown disse...

Quem era a personagem mulher lindíssima que tinha sempre um cachorro ao colo??