Image Map

29/01/2012

Christiane Torloni: 'Crô e Tereza Cristina têm uma história de amor'


Cruel, histérica, dissimulada e vingativa, Tereza Cristina, a vilã de "Fina estampa", está sempre surpreendendo o telespectador. Determinada a complicar a vida de Griselda (Lilia Cabral) desde o início da trama de Aguinaldo Silva, a perua não cansa de criar armadilhas. Em entrevista exclusiva ao blog, Christiane Torloni, atriz que vive a personagem, disse que procura não rotular a ex-mulher de René (Dalton Vigh):

- Nunca faço julgamento de valor. Quem julga o valor moral da personagem é o público. Quando o ator faz isso, ele fecha as possibilidades de interpretação. Eu me reservo a liberdade de ser conduzida pelo autor.

Para alcançar seus objetivos, a ricaça conta com Crô (Marcelo Serrado) e Ferdinand (Carlos Machado), seus fiéis escudeiros. Para a atriz,Tereza Cristina tem o poder de manter as pessoas a seu serviço sem precisar pagar por isso. No caso do mordomo, Torloni vai além:

- Eles têm uma história de amor. Não vejo nenhum motivo pelo qual Crô tivesse que servir Tereza senão o amor que tem por ela. Ele é um escravo voluntário, não é ameaçado pela patroa. Se ele tivesse uma motivação por trás disso, acho que já teria sido mostrado.

Segundo ela, as cenas de humor entre Crô e sua "Divina Ísis" ajudaram a construir um tipo diferente de vilã:

- Tereza é uma vilã que amamos odiar. Aguinaldo montou a personagem com uma pegada de humor. A personagem clássica é simplesmente odiada, mas Tereza faz o público rir. Fico impressionada como o público masculino se conectou a ela. Ouço as pessoas dizendo: "Meu marido não perde um capítulo por causa da Tereza Cristina" ou "Comecei a ver a novela por sua causa".

Nenhum comentário: